Como funciona

-

Na Multiversidade, você será provocado a aprender a partir de seus próprios interesses, desejos, necessidades e contextos, de modo a inverter a lógica educacional predominante baseada em programas pré-fabricados. Em uma turma de 15 a 25 pessoas, você será desafiado a criar uma comunidade de prática junto com outros aprendizes em torno de um tema ou projeto que te instiga.

Com base no que emergir da vontade da turma, cursos, grupos, pesquisas, projetos e outras experiências semelhantes encontrarão terreno fértil para germinarem. Nossa equipe te ajudará nessas ações, oferecendo desde orientações sobre como criar um projeto de aprendizagem até o acesso a especialistas na sua área de interesse.

Veja tudo que a Multiversidade oferece nos links abaixo:

-

Imersão

O primeiro passo da turma será uma imersão de um fim de semana numa localidade próxima a São Paulo-SP. A imersão servirá para criar senso de comunidade, explorar as vivências e interesses de cada um e apresentar o modelo de aprendizagem da Multiversidade.


Pulso

Os pulsos são encontros de duas em duas semanas aos sábados que possibilitarão o planejamento dos percursos, a criação de experiências de aprendizagem e o apoio mútuo entre os aprendizes. Nosso horário de início será às 9h30 e de término às 17h, mas é possível haver mudanças dependendo do que for feito. A agenda de atividades será construída conjuntamente pela equipe da Multiversidade e pela turma, podendo contar com workshops, conversas, palestras, saídas de campo etc. Outras ações poderão ser organizadas pelos aprendizes fora dos pulsos, de modo que cada um estabelecerá sua rotina de acordo com sua vontade e disponibilidade.


Ciclo

spiral_icon.jpg

Os ciclos são compostos por quatro pulsos ao longo de dois meses, sendo a última reunião dedicada à reflexão e ao "transbordamento" dos percursos dos aprendizes. Isso significa que, ao final de cada ciclo, criaremos um encontro aberto ao público para compartilhar as descobertas e os desafios daquele período a fim de obtermos feedbacks da comunidade. A ideia é criarmos uma rotina que se encaixe na vida de cada um e mantermos um ritmo de aprendizado constante.


Curso e sessões de orientação em aprendizagem autodirigida

curso.png

Reservaremos um período durante a imersão e os primeiros pulsos para oferecer um curso de aprendizagem autodirigida aos aprendizes. Como toda ação da Multiversidade, os aprendizes poderão escolher se irão fazê-lo ou não. Além disso, cada aprendiz poderá agendar sessões de orientação individuais ou em grupo com a equipe da Multiversidade com o intuito de obter ajuda em momentos específicos.


Rede de mentores

Desde o início, você poderá contar com uma rede de mentores de diversas áreas do conhecimento para te apoiar durante suas investigações e projetos. O pedido de ajuda deverá vir dos aprendizes e poderá acontecer de várias formas: conversas individuais ou coletivas, palestras, workshops, estágios, job shadowing, indicações etc. Via de regra, todos os mentores da Multiversidade são voluntários, mas haverá a possibilidade de contrapartidas em casos específicos a depender do tipo de interação que o mentor desenvolver junto aos aprendizes. Ao longo do percurso, você será estimulado a convidar outras pessoas para expandir a rede e também a criar a sua própria, com base em seus projetos e interesses.

Veja quem são os mentores:

Se tiver interesse em se tornar um mentor, envie um e-mail para alex@multiversidade.org e nós avaliaremos caso a caso.


Comunidade de prática

Ao mapearmos os interesses e necessidades de aprendizagem da turma, será natural o surgimento de vontades convergentes. Assim, apoiaremos a estruturação de comunidades de prática em torno desses temas, as quais estabelecerão um ritmo próprio de encontros e atividades. Comunidades de prática podem ser entendidas como "grupos de pessoas que compartilham uma questão ou paixão por algo que fazem e aprendem como fazer melhor na medida em que interagem regularmente" (Etienne Wenger). Cada grupo poderá convidar pessoas de fora da Multiversidade para participar de suas atividades, bem como ajudar na estruturação de comunidades semelhantes em outra cidades.


Assembleia

No fim de cada ciclo, também será realizada a assembleia, um momento em que toda a comunidade pode discutir questões e decidir sobre os rumos da Multiversidade. O consenso deverá ser priorizado, embora decisões por voto da maioria também possam ocorrer. Neste caso, a regra será “uma pessoa, um voto”. A presença dos aprendizes será solicitada nas assembleias, ainda que não haja obrigatoriedade de participação.


Jornada de Inspiração

Para finalizar o ano de forma impactante, todos que permanecerem até o último ciclo de 2017 poderão participar de uma jornada de inspiração que marcará o fim do nosso calendário anual. Essa jornada – que poderá ser uma caminhada na natureza, uma "deriva" na cidade ou outra experiência profunda e desafiadora – durará um fim de semana e, após o retorno, uma "formatura" será organizada como forma de honrar as trajetórias de cada um. A jornada também servirá como um momento em que cada aprendiz poderá refletir se permanece ou não na Multiversidade no ano seguinte.

-

-